retorno de sabores

Retornar para casa tem sempre um gosto de café saboreado aos pouquinhos, acompanhado de conversa interessada, horas a fio.
Nestas ocasiões há um regalo de comida caseira daquelas que são provadas como uma novidade conhecida: frango com quiabo, mingau de couve, sopa de inhame.
Há espaço, ainda, para novidades, que aguçam o paladar, colhidas numa horta, composta de apenas um tomateiro-cereja, capaz de produzir o sabor doce de um carinho fraternal.
Regressar, também, passa a ter um gosto de amizade cultivada de longe, mas que em um reencontro rende boas risadas e prosas despreocupadas sobre cores e sentimentos.
Voltar tem sabor de rosquinha caseira oferecida de bom grado para demonstrar a satisfação de uma visita recebida.

Anúncios

4 comentários sobre “retorno de sabores

  1. Essa receita e um achado.
    Esse é o único bolo que faço e não tenho surpresas negativas no final.
    Meu marido fala que guando sente o cheiro de bolo no forno é como se ele estivesse sendo acarinhado pela casa.
    Acho que a comida provoca essa sensação de proximidade, carinho e conforto nas pessoas.
    Mas as gordurinhas adivertem,” comer demais muda o manequim”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s